A rádio Notícias Gerais Esportes Segurança Promoção OUÇA A RÁDIO
AO VIVO
OUÇA A RÁDIO
AO VIVO
Mande seu recado
telefone 54 3461.9700 whatsapp Whatsapp
54 9917.39090

Foco na preparação física durante a pré-temporada da ACBF

Editado em 25 de janeiro de 2017


Foco na preparação física durante a pré-temporada da ACBF

Créditos: Ulisses Castro

Nesta semana, a pré-temporada da Associação Carlos Barbosa de Futsal (ACBF) ganhou mais intensidade.

CARLOS BARBOSA - Por enquanto, nada de táticas, nem treino com bola. Agora, o foco é a parte física dos atletas, que estão realizando trabalhos em três turnos para chegar bem fisicamente para o início das competições de 2017. 

 O grupo se apresentou na quinta-feira, 19. Porém, os três primeiros dias de trabalhos foram basicamente de exames e avaliações físicas. Desde segunda-feira, 23, os jogadores estão trabalhando em três turnos, priorizando o fortalecimento físico, sob o comando do preparador físico Alexandre Baldasso.

Segundo Alexandre, o trabalho em três períodos durante as duas primeiras semanas é importante para que os atletas voltem à forma ideal mais rápido. "Nesse formato de três turnos, a gente também consegue controlar o desjejum e café da manhã, que são muito importantes. Estamos contando também com um acompanhamento nutricional”, explicou. “A pré-temporada poderia ser feita em dois períodos, mas iria prolongar um pouco mais a etapa da parte física. Serão duas semanas nesse ritmo para causar esse choque físico. Começamos de forma moderada com corridas mais longas e vamos dosando”.

Os treinos iniciam bem cedo, às 7h, no campo de futebol do Parque Esportivo da Tramontina. Depois, tem o café da manhã no refeitório do ginásio e, às 11h, os jogadores realizam exercícios de força na academia ou na caixa de areia. O último período começa às 16h com uma atividade mais intensa com exercícios na quadra. “É importante esclarecer que os três turnos não são três períodos intensos. São turnos com cargas calculadas”, ressalta Alexandre.

A pré-temporada em três turnos acontece até o dia 2 de fevereiro. Depois, as atividades acontecerão em dois turnos, mas o foco continua na parte física. “A partir daí, começaremos a conciliar com a parte tática nos trabalhos de quadra. Mesmo encerrando os três períodos, continuaremos com o foco na parte física até a quarta semana de treinos. Logicamente, haverá intervenções táticas com o técnico Marquinhos Xavier, fazendo movimentações, mas o foco ainda será a parte física”.

Alexandre comentou que a pré-temporada de 2017 está sendo diferente do ano passado, quando os trabalhos iniciaram com o foco na Taça Brasil, que ocorreu no final de fevereiro, acelerando o processo de recuperação dos atletas. “Ano passado foi um ano atípico, em função de termos a disputa da Taça Brasil logo no início do ano. Então tivemos que correr com algumas coisas. Isso até nos prejudicou um pouco, pois era uma competição importante e acabamos atropelando algumas etapas”, comentou. No entanto, ele garante que “agora a gente trabalha de forma menos corrida. Para o início das competições estaremos bem na parte física. Lógico que ainda não no nosso ápice, pois precisa de mais tempo”.

Para que a pré-temporada seja bem executada, a comissão técnica da ACBF precisa que os jogadores colaborem. E conforme o preparador físico, eles estão com muita disposição e mostrando bastante empenho. “O grupo parece que se conhece a muito tempo. Está sendo muito bom de trabalhar com eles. Conhecendo quem está chegando, não tenho dúvida que não faltará empenho e disposição. Eles se apresentaram numa condição física boa. Quem chegou com um percentual de gordura um pouco acima da meta, levará poucas semanas para recuperar. Eles me procuram para saber como melhorar. Então, há um interesse deles mesmo em baixar o mais rápido. Até nas corridas, a gente percebe que aqueles atletas que estavam abaixo, já estão melhor e já conseguem acompanhar melhor o grupo. Pelo menos este início, está de encher os olhos. A gente nota a seriedade no trabalho deles”, comemorou Alexandre.

O preparador físico ressaltou que as atividades que estão sendo realizados na pré-temporada ditarão o ritmo até dezembro. “Sempre digo que uma pré-temporada bem executada é um pilar para o resto do ano. A gente trabalha algumas valências como a parte aeróbia na pré-temporada. Durante o ano, a gente faz muito pouco isso. Uma condição aeróbia favorável faz com que o atleta recupere mais fácil entre um jogo e outro. Por isso, esse período é importante e pedimos para os atletas para que se reapresentem em condições de fazer uma pré-temporada bem feita. Uma boa pré-temporada ajuda também na parte preventiva”, concluiu.

Ouça entrevista com Claudir Pontin.

Compartilhe:
Facebook | Twitter | Google+

OUTRAS NOTÍCIAS